sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Escritos

Tarde
Da janela, o sol. Chove em mim.

Liberta
Não era a sua queda, era voo entre os pássaros.

Olhou para frente a certa altura do caminho e sentou-se. Não havia abismo que nela coubesse.

Por Janaina Brum

Uma excelente noite! Bjs nossos!Jana, Augusto e Tê!

Nenhum comentário: