domingo, 7 de novembro de 2010

As "Mentiras" de Florbela cantadas por Marcos Assumpção


Mentiras

Tu julgas que eu não sei que tu me mentes 


Quando o teu doce olhar pousa no meu? 

Pois julgas que eu não sei o que tu sentes? 

Qual a imagem que alberga o peito meu?


Ai, se o sei, meu amor! Em bem distingo 


O bom sonho da feroz realidade… 

Não palpita d´amor, um coração 

Que anda vogando em ondas de saudade!


Embora mintas bem, não te acredito; 


Perpassa nos teus olhos desleais 

O gelo do teu peito de granito…


Mas finjo-me enganada, meu encanto, 


Que um engano feliz vale bem mais 

Que um desengano que nos custa tanto!


Florbela Espanca, in A Mensageira das Violetas


Marcos assumpção lançou um novo CD... Interpreta A palo seco. Aguardem até um próximo domingo para ouvi-lo. Vale a pena! Bjs nossos e o desejo de um excelente domingo! Augusto, Jana e Tê!

Nenhum comentário: