sábado, 13 de novembro de 2010

O que fazer com as mãos no feriado...?!

Les pains de Picasso, 1952, Robert Doisneau (aqui)

O francês Robert Doisneau (1912 – 1994), conhecido fotógrafo de ilustres artistas do século XX, inclusive a acima, de Pablo Picasso, estudou na École Estienne e, posteriormente, ingressou no Ullmann Andre Vigneau para aprender fotografia, em especial a publicitária.Trabalhou para as revistas Life e Vogue Paris.  

Tornou-se um dos mais significativos fotógrafos do mundo graças sobretudo ao Le Baiser de l'Hôtel de Ville (O Beijo no Hôtel de Ville), fotografia conhecida no mundo inteiro (aqui). Ampliou seus horizontes, realizando outros trabalhos no exterior: ex-URSS, Yuguslávia e EUA.

Mas sua obra não se limitava a retratar celebridades. Ao contrário, era constituída por verdadeiras cenas da vida cotidiana, com temática e universo diversos, como pessoas caminhando na rua ou conversando, interiores elegantes, ambientes suburbanos, crianças brincando, etc.

Em 1951, alguns de seus trabalhos foram expostos no Museu de Arte Moderna de Nova York. Ganhou ampla notoriedade ao ser agraciado com os prêmios Kodak e Niepce. Em 1973, um filme biográfico foi produzido sobre ele e ainda hoje muitas exposições bem-sucedidas com obras do artista têm sido realizadas na Europa e nos EUA.

Doisneau contou, certa vez, que, como iria à casa de Picasso, estava muito nervoso. Conduziram-no até um ambiente onde viu Picasso e François Gillot almoçando. Na mesa, dois pequenos pães em forma de mãos compunham um quadro extremamente irônico, rsrs! Picasso, ao ver o fotógrafo, imediatamente adotou uma pose colocando suas mãos sobre a mesa com os pães formando seus dedos como se fossem extensões delas e, portanto, do próprio corpo! Qual deles o mais irônico...? Tsi...! 

Que tal um pouco de criatividade no feriadão?????? É isto: se inventem, brinquem e não se machuquem, hein?! Bjs nossos!!!! Jana, Augusto e Tê!

2 comentários:

Andradarte disse...

Tanta sensibilidade, merecia uma
história assim...Interessante
Abraços

Tear de Sentidos I e II disse...

Bom dia! Que bom receber no Tear I um lisboeta!
Visitei seu blog e parabenizo pela excelente seleção dos poemas e músicas (adoro Zeca Afonso!).
Grata pelo comentário! Volte quando desejar!
Abr,
"Nós"!