quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Palavras de Lou

"A vida te dará poucos presentes, acredita. Se queres uma vida, é preciso que a roubes." (p.11)

"Ousa tudo, não tenhas necessidade de nada." (p. 11)

"Só aquele que permanece inteiramente ele próprio pode, com o passar do tempo, permanecer objeto do amor, porque só ele é capaz de simbolizar para o outro a vida, ser entendido como uma força vital." (capa)

Por Lou Andreas-Salomé

Extraído de: Ferreira, Luzilá Gonçalves. Humana, demasiado humana. RJ: Rocco, 2000.

Nenhum comentário: