terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Leila Diniz e os donos (?!) do mar

Imagem: Leila Diniz em Ipanema, RJ, década de 60 (aqui)


Brigam Espanha e Holanda 

Pelos direitos do mar


O mar é das gaivotas


Que nele sabem voar


O mar é das gaivotas


E de quem sabe navegar.


Brigam Espanha e Holanda


Pelos direitos do mar


Brigam Espanha e Holanda


Porque não sabem que o mar


É de quem o sabe amar.

Cafuné na cabeça, malandro, eu quero até de macaco, é uma composição de Leila Diniz e foi lindamente musicada na igualmente bela voz de Milton Nascimento*. Cliquem no link  para ouvi-la. Indescritível!

Imagem: Leila Diniz grávida de Janaína (aqui)

Para saberem mais acerca da biografia de Leila Diniz, acessem aqui.


*Há a versão da música com a gravação da voz de Leila declamando ao fundo os versos acima e Milton cantando. No entanto, não está muito nítido o vídeo. Daí a preferência por este.


Amanhã, em algumas cidades do RS, como Pelotas, é feriado: comemora-se o Dia de Yemanjá e a Festa de Nossa Senhora dos Navegantes. O sincretismo religioso no Brasil é forte. Amanhã postarei sobre essas divindades, Donas do Mar. Divindades femininas... E "mães"... O que haverá de mágico no mar que seduz tanto as mulheres? Por que elas (os homens também...?) o compreendem tão bem? Talvez tenha sido esse "amor incondicional pelo mar" que me estimulou a postar hoje sobre o mar... e essa linda e intensa mulher: Leila Diniz.


Bjs!!!! Um excelente início de semana! Tê!

Nenhum comentário: